29/06/2014

{ Homes Sweet Homes } - with Maria Rita



{Homes Sweet Homes}
doze meses, doze casas! casas de mulheres artistas residentes em Portugal!
mulheres, mães e suas familias, artistas, inspiradoras, que vivem em Portugal e que têm casas simples mas verdadeiramente inspiradoras.
Vou falar-vos da artista do meu ponto de vista pessoal, como a conheci, o que me inspirou mais na sua casa, as suas ideias de decoração mais originais, a sua música preferida que podem ouvir enquanto leêm o post, e o seu prato preferido, que podem fazer depois de lerem o post :) Let´s go for it!

*//Music:

...
#4_Maria Rita

A Maria Rita é uma mulher menina que cresceu como uma menina mulher. Rodeada pelas caixas de barro por moldar, pelas pilha de livros e móveis velhos lindos que compra aqui e acolá, seja em Paris ou nas aldeias ali vizinhas de sua casa, não se enibe de dizer o que lhe vai na alma, de levar a vida que sempre quis, com o seu tempo nas mãos para fazer dele o que bem entende, mas sempre de olho na sua família e casa maravilhosa que como a mesma diz, é o “seu mundo”!

A vida é feita de muitos encontros e desencontros, e reencontrar-me com a Maria Rita foi talvez uma das coisas mais inesperadas deste ano! Conheço a Rita desde o liceu mas não me lembro de alguma vez termos feito alguma coisa juntas. Anos mais tarde visitei-a num dos seus ateliers para lhe comprar uma “Lolita” para oferecer a uma amiga, e fiquei encantada com o seu trabalho!

A Rita é uma artista muito romântica no trabalho que desenvolve, tem uma criatividade imensa até na forma como cozinha, como fala e como leva a sua vida.
Trabalha com materiais delicados, antigos, que descobre aqui e ali, tecidos, papeis, folhas e livros amarelecidos, e faz as famosas esculturas maravilhosas a que chama de “Lolitas” - meninas mulheres que levam sempre um bocadinho dela na alma!

Na escola, segundo a mesma, tinha negativa a desenho, o que não a impediu de se tornar na artista revelação em 2013 pela revista Lux, e de ser uma das artistas que mais exporta trabalho em Portugal.
Desde cedo (com apenas 11 anos) que o barro se tornou um material de eleição, sendo que depois decide aprofundar conhecimentos e estudar Cerâmica na AR.CO em Lisboa; mas o seu universo abarca muitos materiais e cada vez mais uma tesoura e folhas de papel de livros amarelecidos encontrados em alfarrabistas ou armazéns de velharias.
Gosta muito do que faz, das bonecas “Lolita” fala com ternura mas é no papel que esta mulher menina, de sorriso rasgado e mãos-de-tesoura se sente especialmente feliz!

As esculturas que fez para o livro do Valter Hugo Mãe valeram-lhe o prémio de melhor artista plástica em 2013 e quando as vi de perto... Amei!!!
Cada detalhe, cada peça dentro da peça, cada textura, tudo numa sintonia perfeita de formas, texturas, cores!
Uma artista maravilha, que sorri mesmo quando o coração não quer mas que inspira quem está ao seu lado, que deseja crescer interiormente a cada dia que passa e que ama fazer a família feliz!
Uma mulher menina com tanto ainda para revelar mas que deixa que o tempo mostre, devagar e lentamente para onde a quer levar.

À sua volta e consigo, vivem os seus dois filhos, a Maria e o Gaspar, o seu marido Miguel e as gatos Rita e Lucia.
Nesta casa, dentro de uma antiga quinta que fazia parte da Casa Açores na Vila de Minde, existe um mundo encantador de coisas misturadas como se estivessem estado sempre ali: móveis velhos lindos, salpicados por todo o lado, dentro e fora de portas, misturados com o baloiço e a cabana das crianças, um tanque transformado em piscina, uma horta maravilhosa e canteiros cheios de flores.
Aqui vive-se de forma descontraída, com o portão da casa sempre aberto e pronto a receber vizinhos, tios, amigos, crianças e até gatos perdidos.
Aqui todos entram e são recebidos de forma simples e inspiradora!
Estes dias passados com esta Artista e com a sua familia linda fizeram-me perceber ainda melhor que todos nós procuramos apenas uma coisa na vida: ser feliz! e ser feliz deve ser no agora e através das pequenas coisas!

Aqui vive-se feliz! Nesta casa a arte encontra o cheiro da Serra ao fundo; todos os detalhes respiram tranquilidade e muita criatividade, é uma casa decorada com paixão e sem pretensiosismos.
Simples, confortável, criativa! uma casa de família especial e inspiradora.

Ora Espreitem:


>hall entrada / cozinha























>sala de jantar











>sala de estar
















 

>detalhes sala estar/jantar






















>escritório familia









>quarto do Gaspar (filho)











>a cabana do Gaspar
  









 >quarto da Maria (filha)



















 >quarto casal

























 >detalhes e exteriores











>o atelier & a artista
















 
//O que mais me inspirou:
O que mais me inspirou foi a forma descontraída e feliz com que vive esta familia.
Uma casa pequenina mas cheia de alma, com objectos muito bonitos e misturados de forma especial contribuindo para o conforto e bem estar de quem lá vive mas também de quem os visita.
Aqui todos tem o seu espaço de lazer, de trabalho e de descanso.
Aqui as crianças brincam até querer, recebem os amigos e amigas na cabana de madeira ou na cozinha sempre de portas abertas.
A artista tem o seu atelier, o marido a sua oficina e a horta, os miúdos a cabana de madeira, o baloiço e o tanque. O páteo é o sitio de todos!
Um páteo com bicicletas, móveis antigos espalhados aqui e ali, mesas e cadeiras para todos (e para os que vierem), a caravana, e os quadros de ardozia gigantes com poemas que inspiram quem lá vai!


//Best Ideas:
_as portas exteriores todas em vidro e as janelas sempre abertas – permite a entrada de muita luz natural, muito ar puro, contacto visual permanente com a serra e com os sons da quinta.
_os móveis velhos e antigos, espalhados dentro e fora de portas, reutilizados de forma harmoniosa e criativa, misturados com obras de arte da artista e de outros artistas.
_a iluminação simples, pontual e confortável.
_as paredes transformadas em artwalls, cheias de peças inspiradoras, (quadros, objectos, panos, molduras, pequenas telas, etc), nos quartos, na sala e até na cozinha.
_as flores secas misturadas com as flores frescas da época em jarrinhas e taças espalhadas pela casa.
_os armários com tudo à vista e a mercearia colocada debaixo da antiga lareira.
_a casa toda branca por dentro, o que permite parecer maior e mais luminosa.
_as malas antigas espalhadas por toda a casa com várias funções – mesas cabeceira, arrumos, mesinhas apoio, etc.
_as peças lindas da artista espalhadas pela casa, dentro e fora de portas, como se já fizessem parte desta familia desde sempre, mas prontas para partir para uma qualquer casa que as queira receber com o mesmo amor! 


//A Receita: 


 //A Artista na Web:


//Visitar Minde:

E assim se passou mais uma semana inspiradora, com uma artista maravilhosa, onde a palavra cumplicidade nos acompanhou a cada momento e a cada passo deste projecto.  
Foi isso que trouxe destes dias passados na casa da Maria Rita e da sua familía: Cumplicidade!
Obrigada Rita! Por abrires as portas da tua casa e do teu coração. 
Obrigada pela cumplicidade em cada momento que nos guiou estes dias juntas.
Obrigada pela casa inspiradora que me recebeu. Obrigada a ti e à tua família maravilhosa!
Life is Lovely! Thank you dear Rita!
Love,
A.

 



6 comentários:

  1. Imagens lindas, muito inspiradoras, como sempre. Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Val! e esta casa vai valer mesmo a pena ver com toda a atenção - um inspiração da entrada à saída ;) beijinho

      Eliminar
  2. Olá Ana, felicito-a pelo seu blogue.Costumo"passear"por blogues idênticos ao seu, mas não iguais.
    Gostei do conceito que escolheu para o seu primeiro trabalho-12 artistas 12 casas- adorei as fotos.
    Ainda bem que decidiu escrever em português, (embora como alguém já escreveu, a tradução é péssima).
    Continue, realize-se. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria Manuel!
      Muito obrigada pela sua visita aqui e pelo seu comentário.
      Este pprojecto é muito especial e espero que o mesmo, que já inspira tanta gente aqui, possa inspirar mais depois de editado em livro :)
      beijinho e volte!

      Eliminar
  3. Adoro a Maria Rita!!!!!
    E adoro o vosso trabalho...e a forma como captaram o Mundo da Rita!!!...
    Fabuloso mesmo!!!!
    Parabéns!!!!!

    Jo

    ResponderEliminar
  4. Excelente trabalho, Ana! MuitosParabens

    Sou uma "proud owner" de uma Lolita, e tive o maior prazer de conhecer a Maria Rita pessoalmente este ano.
    Sem duvida, uma artista ESTRONDOSA e Um ser humano fantastico!
    Portanto concordo com tudo o que citaste acima.
    Parabens as duas pelos vossos trabalhos.

    Cindy R.

    ResponderEliminar

//Thank you for stopping by and for your comment here!
//Obrigada pela sua visita aqui e pelo seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...